Comprar-imovel-para-alugar

Comprar imóvel para alugar é um bom negócio? Confira os principais passos para ter sucesso

Comprar imóvel para alugar é uma das formas mais tradicionais de investir no setor imobiliário. O principal motivo é a garantia de uma renda extra ao longo dos anos. Para quem busca uma vida mais tranquila, no futuro, o investimento é certeiro.

Além de ser um investimento de baixo risco, que garante boa renda mensal, outra grande vantagem é a valorização do imóvel no decorrer dos anos. Se quiser repassar o bem, você terá uma boa margem de lucro. Por isso, não restam dúvidas, investir em imóveis é altamente rentável.

Se você continua em dúvida, esse artigo é para você. Nele, vamos explicar:

  • Por que é vantajoso alugar imóvel comprado na planta?
  • Quando é possível colocar o imóvel para alugar?
  • Como saber se o imóvel vai gerar lucro?
  • Diferentes formas de colocar para alugar.

E então, será que comprar imóvel para alugar e ganhar dinheiro é tão difícil? Siga a leitura para descobrir!

 

Por que é vantajoso alugar imóvel comprado na planta?

Uma das grandes vantagens de comprar imóvel para alugar é trabalhar com a valorização de unidades adquiridas na planta. O desafio inicial é encontrar uma boa oportunidade. Estamos falando daqueles imóveis em regiões que estão se desenvolvendo e onde o imóvel valerá mais depois de um tempo.

Como a venda de um imóvel é um exercício de paciência e a valorização demora, você pode alugar enquanto espera. Seu valioso bem será uma fonte de renda permanente e, quando você achar que é o momento, pode revender e lucrar bastante.

Mas cuidado! Se o apê ficar fechado e desocupado por um tempo, é importante se lembrar de fazer a manutenção. Jardim e piscina, por exemplo, exigem atenção constante. Um imóvel que parece abandonado não vai atrair moradores e pode até se desvalorizar.

 

Quando é possível colocar o imóvel para alugar?

Se você comprar imóvel para alugar e a unidade ainda estiver na planta, poderá concretizar a meta bem rápido. A locação pode ocorrer assim que você receber as chaves, quando está autorizado a usar o espaço da forma que quiser.

A regra vale inclusive para imóveis financiados. Isso mesmo! É possível alugar um imóvel adquirido por meio de financiamento. Caso reverta a renda do aluguel para ir quitando o financiamento, não poderá tolerar atrasos. A inadimplência no pagamento das parcelas deve ser evitada para que o banco não tome o imóvel.

Uma medida interessante é criar uma reserva de emergência para contornar eventuais atrasos e evitar problemas com o banco.

 

Restrições para locação de imóvel financiado

É possível financiar imóveis para alugar, porém, existe uma restrição. Você não pode alugar imóveis adquiridos nos programas sociais de habitação.

O Casa Verde e Amarela – novo nome do Minha Casa Minha Vida – serve para pessoas carentes comprarem a casa própria. Nesse programa, o comprador tem acesso a taxas de juros mais baixas, porque o bem servirá para habitação e não para ser comercializado.

Se o comprador alugar um imóvel adquirido em programa social, o Governo Federal pode reaver o bem. A exceção é se o comprador trocar de trabalho e tiver que se mudar para bem longe. Outra alternativa é quitar o financiamento. Nesse caso, você também pode alugar o imóvel.

 

Como saber se o imóvel vai gerar lucro?

Se você também vai comprar imóvel para alugar, precisa se cercar de alguns cuidados para garantir o lucro. A seguir, elencamos alguns deles. Confira!

 

Escolha uma boa localização

O imóvel precisa ter acesso fácil aos principais serviços públicos e privados do dia a dia. Deve ser próximo de escolas, farmácias, lojas, parques, supermercados e restaurantes.

Regiões que estão recebendo investimentos em infraestrutura, como novas estradas, centros comerciais e universidades também são promissoras para investir.

 

Encontre um imóvel com valor abaixo da média

Para ampliar sua margem de lucro, é importante buscar uma casa ou apartamento que represente oportunidade. A prioridade deve ser a imóveis com preço abaixo da média em regiões valorizadas.

Esse imóvel pode, inclusive, necessitar de reforma e passar por uma verdadeira transformação. Como está bem localizado, depois dos consertos, a tendência é que a residência valorize.

 

Entenda a concorrência na região

Você também precisa compreender bem a região onde pretende fazer negócio. Entre as tarefas, descubra a faixa de preço dos aluguéis nas redondezas.

Além disso, procure saber com quais e quantos móveis estará competindo e também a rotatividade de inquilinos neles. São imóveis com muita procura? Qual o valor dos aluguéis?

 

Saiba tudo sobre o seu público

Assim como as pesquisas sobre a concorrência, é importante estudar o perfil do seu público.

Famílias com crianças, por exemplo, podem preferir empreendimentos com uma boa área de lazer. Jovens precisam de imóveis em regiões universitárias.

Trace um perfil do seu público na região e procure atender suas demandas com o imóvel.

 

Calcule o preço de manutenção

Manter um imóvel gera alguns custos. Por isso, outra tarefa fundamental para saber a margem de lucro é calcular as despesas.

Lembre-se: para que o imóvel atraia interessados, precisa estar em ótimas condições de uso.

 

Diferentes formas de colocar para alugar

Outra vantagem de comprar imóvel para alugar é que existem diferentes formas de encontrar inquilinos e obter essa renda extra.

Em alguns casos, você vai precisar se dedicar um pouco mais. Em outros, tem menos trabalho, porém, a margem de lucro diminui.

Para ajudar na sua decisão, listamos as principais maneiras de alugar imóveis. Confira!

 

#1 – Com ajuda de imobiliárias

As imobiliárias facilitam bastante a vida de quem quer comprar imóvel para alugar. A locação de imóveis é justamente uma das principais atribuições dessas empresas. Toda imobiliária possui profissionais especializados na intermediação entre inquilinos e proprietários.

Para o dono do imóvel, a grande vantagem é não se preocupar com praticamente nada na transação. Vale ressaltar que cada imobiliária tem sua forma de trabalhar e você precisa entender o método da empresa. Se concordar com tudo, é só deixar as chaves para a vistoria do imóvel e as visitas de pessoas interessadas em alugar.

A imobiliária também vai cuidar da divulgação e de tudo para concretizar a locação do imóvel, inclusive os trâmites legais e contratuais. A desvantagem é que sua margem de lucro vai cair e algumas imobiliárias podem ter taxas de administração bem altas.

 

#2 – Sites com ofertas de classificados

A internet revolucionou a maioria dos mercados e, no caso do imobiliário, não foi diferente. Entre as mudanças positivas, a ampliação das alternativas que um proprietário tem para alugar seu imóvel. Umas das novas possibilidades é aproveitar a popularidade dos sites de classificados, como Mercado Livre e OLX.

No aluguel de imóveis, eles funcionam de forma semelhante aos classificados de jornal, porém, no meio online. Não tem segredo! Você precisa apenas fazer o cadastro no site e caprichar no anúncio do imóvel. E sabe o que é mais interessante? Sites de classificados online geralmente disponibilizam esse serviço sem cobrar nada.

 

#3 – Anúncio em portais imobiliários

Quando falamos que a internet contribuiu bastante com o setor imobiliário, não é exagero. Além dos classificados online, você pode anunciar o imóvel nos portais especializados em serviços imobiliários, como Moving Imóveis, Imóvel Web e Vivareal.

Os portais imobiliários se destacam pela efetividade, por isso, estão cada vez mais populares no aluguel de imóveis. Eles facilitam a transação porque têm grande alcance e pelas ferramentas que facilitam, por exemplo, a comunicação com o cliente.

Você pode colocar diversas fotos do imóvel e os mecanismos de busca do portal, normalmente, facilitam a procura do imóvel. A utilização desse canal, no entanto, requer a intermediação de uma imobiliária, que geralmente se associa ao portal.

 

#4 – Plataformas online

Outra ‘ajudinha’ para quem vai comprar imóvel para alugar são as novas plataformas online, como AirbnB, QuintoAndar e Zap Imóveis. Elas são perfeitas para quem gosta de resolver tudo pela via digital.

Além disso, atendem aos novos hábitos das pessoas, de também resolver tudo pela web. Aqui, o agendamento da visita, a comunicação entre as partes e até a assinatura do contrato é feita em sistemas online.

Algumas plataformas dispensam o fiador e custeiam até o seguro fiança para os inquilinos. Não é à toa que as plataformas online estão ganhando espaço no aluguel de imóveis. Elas se destacam pela presença da tecnologia, simplificando e otimizando todo o processo.

 

#5 – Tratando direto com os interessados

Outro caminho é resolver tudo sozinho, sem intermediários. Nesse caso, você será o grande responsável por tudo. A grande vantagem é que a grana do aluguel vem completa para o seu bolso. Além disso, pode recorrer às ferramentas gratuitas de divulgação para encontrar os inquilinos.

Para alugar sozinho, você precisa de tempo para lidar com os interessados no imóvel. Terá que atender ligações, ou interagir nas redes sociais, agendar visitas e ter disponibilidade para acompanhá-las.

É um exercício de paciência. As pessoas costumam fazer inúmeras visitas para decidir onde morar. Além disso, algumas podem desistir por causa do valor do aluguel. Então, controle a ansiedade e mostre o imóvel, com calma, a todos os potenciais inquilinos.

Você também deve se inteirar sobre as questões contratuais para fazer tudo certinho, sem que nenhuma parte saia prejudicada.

Gostou da leitura? Continue navegando aqui no blog da MTF para ler mais conteúdo relevante sobre o mercado imobiliário.

Um comentário em “Comprar imóvel para alugar é um bom negócio? Confira os principais passos para ter sucesso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *