revenda de imóveis

Revenda de imóveis: conheça esse mercado!

A revenda de imóveis é um dos meios mais tradicionais de ganhar dinheiro negociando casas e apartamentos. No atual momento, e já pensando em 2022, as condições são favoráveis, mesmo com o rescaldo de recessão da pandemia.

O primeiro fator que impulsiona a revenda de imóveis é a rentabilidade, mas existem outros e, ao longo deste artigo, você pode conhecê-los. Nele, também explicamos como escolher o imóvel, apresentamos os custos embutidos e qual o momento certo para a revenda do imóvel.

Quer avaliar se essa modalidade de investimento é adequada para você? Continue a leitura.

 

Vale a pena comprar para revender?

Este é um mercado seguro, inclusivo e que encaixa com diversos perfis de investidores. Como em todo negócio, existem prós e contras.

No caso da revenda de imóveis, podemos destacar a valorização como um pró. Se você escolher o imóvel certo, em uma boa localização e vender em um momento de alta, pode contar com um bom lucro. Agora, um contra da revenda de imóveis são os custos de compra e posteriormente de transferência deste imóvel.

Para simplificar, vamos deixar um conselho para você, futuro investidor de imóveis.

Se você conta com um capital seguro e é capaz de, além de arcar com todos os custos, comprar um imóvel à vista ou em poucas parcelas, esse mercado é bastante lucrativo.

Mas se você é um investidor novo, sem muito capital financeiro, a nossa dica é: escolha entre esperar um pouco para entrar no mercado com um capital mais sólido ou entrar no mercado e fazer o seu capital crescer a partir do seu novo negócio! E lembre-se: você pode não ter capital para pagar à vista e ganhar um bom desconto, mas se comprar no dia 01 do lançamento, ainda pode ter uma excelente oportunidade!

Além disso, precisamos considerar o imóvel em questão, se é um empreendimento com potencial de valorização, se está situado em um bairro com espaço para crescimento e muitas outras características que vamos falar mais para frente.

 

Quais são as maiores vantagens da revenda de imóveis?

 

É um dos investimentos mais seguros

A palavra “investimento” amedronta algumas pessoas porque remete à instabilidade, característica recorrente em apostas como na bolsa de valores, por exemplo. Porém, este não é o caso do mercado imobiliário.

Uma das maiores e melhores vantagens na revenda de imóveis é a segurança. O motivo que leva a isso é que os imóveis são bens de posse permanente, ou seja, podem ser empregados como garantia diante de qualquer situação imprevista.

E mais: enquanto o mercado não atinge um cenário econômico favorável para a venda, você pode fazer a locação e garantir uma renda fixa mensal até o melhor momento para a revenda.

 

Tem um potencial alto de rentabilidade

A rentabilidade indica o seu ganho financeiro, considerando o valor que foi investido. No caso da revenda de imóveis, sobretudo quando os indicadores econômicos do país ajudam, a rentabilidade é altíssima.

No atual momento, por exemplo, em razão da crise econômica no mundo e no Brasil, os preços dos imóveis não estão altos. Como nenhuma crise é eterna, entraremos em uma curva de crescimento na procura por imóveis e os preços tendem a subir. Inclusive, pesquisas já apontam o aumento dos imóveis em 2022.

Pensando lá na frente e potencializando seus ganhos, adquirir imóveis neste momento pode trazer alta rentabilidade em três a cinco anos.

 

Como escolher o imóvel para investimento?

 

1 – Localização

Um erro comum do investidor iniciante é apostar em regiões consolidadas, onde os imóveis possuem um preço alto por m² e dificilmente vão valorizar mais do que a cotação atual. A dica para escolher a localização do seu investimento é olhar para o futuro, pesquisar locais onde ainda serão construídos shoppings, grandes mercados e escolas, por exemplo.

O foco do investidor precisa ser adquirir um imóvel por um preço razoável com potencial de valorização, para depois de algum tempo revender por um valor maior e obter uma alta rentabilidade. Portanto, fuja de imóveis caros em regiões que estão consolidadas.

 

2 – Preço de compra na região

É de extrema importância pesquisar o preço de compra dos imóveis na região que você escolheu investir. Empreendimentos muito semelhantes podem ter preços de compra bem diferentes, porém, lá na frente, têm a mesma avaliação e preço de venda. 

Quando você compra para investir, cada centavo conta. Por isso, se existe um imóvel de R$ 120 mil ao lado de um imóvel de R$ 100 mil – e é bem provável que eles obtenham a mesma faixa de preço depois de alguns anos – vale mais a pena comprar o imóvel de menor preço.

 

3 – Histórico de Preço

O histórico de preço é uma variável para ficar de olho. Há momentos em que os imóveis de determinada região estão em baixa, com muitas ofertas de venda e pouca procura. Outros momentos que a mesma região está em alta, com preços mais altos e muita procura.

O interessante é comprar quando está em baixa e revender em época de alta, que pode ser em algum período específico do ano ou até em uma determinada estação climática.

Outro fator que abrange o histórico de preço é o valor por m² da região. O ideal é consultar a média cobrada e buscar imóveis que estejam sempre abaixo da média.

Isso garante de certa forma uma rentabilidade maior, como falamos no tópico acima, comprar mais barato e vender pelo mesmo preço dos imóveis ao redor.

Porém, não esqueça de comparar a qualidade de cada imóvel/empreendimento. Apartamentos em empreendimentos sem área de lazer, ou com áreas de lazer pequenas, tendem a desvalorizar muito nos próximos anos.

 

Quanto custa a revenda de imóveis?

Assim como comprar, revender um imóvel também tem seus custos. Entre eles estão: custo de transferência, custo de corretagem e imposto de renda.

Lembrando que os impostos de transferência são calculados em cima do valor de avaliação do imóvel, a taxa fica em torno de 3% deste valor. O custo de corretagem, aquela taxa que a imobiliária cobra para negociar o imóvel, custa em torno de 5% em cima do valor total da venda.

E, por último, o imposto de renda é cobrado em 15% sobre o ganho de capital, que é o valor de venda do imóvel menos o valor que você pagou e todos os custos.

No básico, esses são os três principais custos que você vai ter na hora de vender. Veja a seguir uma simulação feita por Deividi Guedes, da Ótica do Dinheiro:

 

Tempo para a revenda do imóvel: 3 anos

Valor de compra: R$ 100.000,00

Valor de venda: R$ 150.000,00

Valor de avaliação: R$ 130.000,00

Custo de transferência: R$ 3.900,00

Custo de corretagem: R$ 9.000,00

Ganho capital: R$ 37.100,00

Imposto de renda: R$ 5.565,00

Lucro líquido obtido: R$ 31.530,00

 

E se eu usasse os R$ 100 mil para aplicar na poupança e outras aplicações?

Você deve estar se perguntando: o que aconteceria se eu investisse os R$ 100 mil em outro tipo de aplicação? No site da XP Investimentos existe um simulador de investimentos, lá simulamos quanto renderia R$ 100 mil em três anos. O lucro para quem aplica o valor em imóveis é maior no comparativo com diversos investimentos.

Ou seja, investindo na compra e revenda de imóveis, você mantém seu dinheiro guardado num lugar tão seguro quanto a poupança, só que rentabilizando muito mais.

 

Qual o momento ideal para a revenda?

Para saber o momento ideal da revenda de imóveis, é preciso considerar alguns aspectos. Se está investindo em casas e apartamentos, sabe que se trata de um investimento para médio e longo prazo.

No mais, precisa se atentar ao cenário econômico, cuja dinâmica impacta o retorno do seu investimento. O Brasil e o mundo estão, lenta e gradualmente, se recuperando da crise gerada pela pandemia, o que também reflete no mercado imobiliário. 

A taxa Selic pode estar subindo, mas permanecendo abaixo dos dois dígitos, ainda favorece a obtenção de crédito imobiliário. Já a inflação, quando estiver melhor controlada, fortalece o poder de compra da população. Esses são dois exemplos de indicadores que o investidor deve observar para a revenda de imóveis.

 

Preciso esperar o apê ficar pronto para revender?

Quem compra na planta pode, sim, entrar na revenda de imóveis. Se o construtor vai erguer o imóvel com recurso próprio, é preciso autorização do mesmo. A anuência do construtor é necessária porque a matrícula do imóvel não está no seu nome, o que ocorrerá somente quando o apartamento estiver pronto.

Além disso, você provavelmente tem algum valor em aberto e o construtor deve concordar com a nova modalidade de pagamento. Para descobrir se o construtor autoriza a revenda, basta consultar o contrato de compra e venda, feito entre você e o construtor no ato da compra. A cláusula a ser consultada é a de cessão de direitos, que aborda se a negociação é possível e em quais condições. 

Quando fizer o novo contrato de compra e venda, é preciso pegar a assinatura de um representante da construtora, formalizando a anuência da empresa.

Se você comprou um imóvel no crédito associativo e já assinou o financiamento com o banco, pode revender para terceiros, mas a construtora também precisa concordar. Além disso, conseguirá transferir a matrícula somente quando o imóvel estiver pronto. 

É preciso definir quem pagará as taxas de administração e de amortização de juros, que continuarão sendo cobradas, independentemente da revenda do imóvel.

 

Vale a pena comprar imóvel na planta para revender?

Comprar imóveis na planta para revender é um processo muito conhecido por quem está no mercado imobiliário. Os investidores escolhem essa opção de compra e revenda por vários motivos. O primeiro é a valorização. Quando você for pegar as chaves, provavelmente o imóvel valerá mais do que quando o termo de compromisso de compra e venda foi assinado.

A documentação também pesa na escolha. Com o imóvel ainda na planta, você negocia diretamente com a construtora, então, todos os trâmites de venda se tornam mais fáceis e rápidos.

Outra vantagem é o valor do investimento. Os imóveis na planta tendem a um preço de compra bem menor do que um imóvel pronto, o que garante um investimento razoável e mais rentabilidade depois.

 

MTF e a revenda de imóveis

Todos os empreendimentos da Construtora MTF possuem excelente acabamento, áreas de lazer incríveis e preços acessíveis.

Excelência e facilidade de negociação fazem a Construtora MTF ser uma empresa de referência na construção civil e incorporação imobiliária na Grande Florianópolis.

O combo imóveis de alto padrão com valores acessíveis é oferecido, tanto para quem quer morar, quanto para quem busca investir.

A empresa conta com empreendimentos com alto potencial de valorização. Projetos já executados chegam a uma valorização de mais de 100% no valor do imóvel na revenda. Não é à toa, que 99% das unidades de apartamentos são vendidas ainda antes da entrega das chaves.

 Agora, você sabe tudo sobre a revenda de imóveis. Quer ficar por dentro do mercado imobiliário, saber mais sobre investimentos e conhecer imóveis nas cidades vizinhas à Ilha de Florianópolis? Continue no blog da Construtora MTF.

 

comprar imóvel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *